Nossa História

fb_share
(Curta, Envie ou Compartilhe este artigo!)

01_Bolo

O Metanóia foi fundado no início dos anos 90 pelo Pastor Enok Galvão, que antes de ter o contato com Deus era uma espécie de líder, pois sempre foi seguido e respeitado por uma galera que se encontrava para beber, se drogar e curtir muita música pesada em diversos locais do Rio de Janeiro desde o final da década de 70 até quase toda década de 80.

No meio de uma destas doideiras sem limites, Enok entrou em uma overdose que quase o entregou para o Diabo. Porém as poucas vezes que ouvira sobre Deus foram suficientes para que Enok se lembrasse do seu poder e permitisse que Ele agisse em sua vida naquele momento. Então Jesus Cristo foi mais rápido que a Morte e mesmo no meio da overdose, resgatou Enok daquela condição terminal.

Após sua conversão, Enok se submeteu à autoridade de pastores e líderes cristãos por vários anos. Mesmo não concordando com dogmas e doutrinas impostas por homens, sempre procurou seguir os princípios ensinados por Jesus Cristo com relação a submissão aos líderes. E isto fez com que ele aprendesse muito sobre comportamento e comunhão cristã. Até o momento em que Deus começou a falar em seu coração para retornar às origens, o rock´n roll, e mostrar para a malucada que Jesus Cristo é vivo e ativo. Foi então que Enok começou a se reunir com uma galera em um quartinho que morava no Complexo da Maré em Bonsucesso. A malucada chegava para curtir o som e depois rolava uma ideia sobre quem era Jesus Cristo. Alguns gostavam e aceitavam numa boa, outros não. Mas a missão era falar que Jesus Cristo é o Senhor.

O Metanóia passou por várias fases, com muita gente, e às vezes com pouca gente. Também em toda história do Metanóia, sempre apareceram muitos curiosos, vindos de todo o canto, cristãos ou não. O que continua acontecendo até hoje. Até a mídia se interessou pela doideira e fez algumas matérias que foram divulgadas em alguns veículos de grande circulação.

Em um determinado período, Deus fez com que todos sumissem. Enok ficava sozinho e não aparecia mais ninguém. Então durante um ano Enok ficou jejuando e buscando a vontade de Deus para o Metanóia. E mais uma vez Deus mostrou que era exatamente isto que Ele queria fazer naquele momento.

Foi um período muito louco de aprendizagem, muitas batalhas espirituais e missões nas madrugadas pelo meio do underground falando sobre Deus.

Depois deste período Enok conheceu muitas bandas cristãs que faziam som extremo, e a malucada foi aparecendo novamente. Enok e o Metanóia começam uma nova faze na vida espiritual, e à partir de então Deus foi mandando as pessoas certas para o ajudarem neste chamado.

Em 1996 Enok começou à visitar a casa de um antigo amigo, o Ricardo, no bairro de Nova Campina no município de Duque de Caxias. A casa dele era um ponto de encontro muito louco onde rolava muita droga e bebida. Então Enok começou a falar sobre Deus no meio de toda aquela loucura. Claro que ele só conseguiu sabedoria para isso com a ajuda de Deus, porque neste local era uma verdadeira habitação das trevas. Com o passar do tempo o Ricardo aceitou a palavra de Deus e começou à segui-lo. Porém a sua casa continuou sendo ponto de encontro da galera, só que a única viagem que rolava era a de Jesus Cristo. Depois a esposa e seu filho também se converteram. Com o passar do tempo o Ricardo foi consagrado Evangelhista e a sua casa se tornou um espaço do Metanóia que serve de abrigo espiritual para qualquer um que precise.

Atualmente os encontros do Metanóia não rolam mais em um quartinho e sim em um espaço um pouco maior e Enok conta com o auxílio de um grupo pequeno de pessoas comprometidas com Deus e com os projetos que o Metanóia realiza no meio underground. Porque, por se tratar de um trabalho muito específico, é preciso se identificar de verdade para se envolver.

3 respostas para Nossa História

  1. Tadeu Farias diz:

    Paz queridos irmãos.
    Estou muito maravilhado com a história de vitória desta Igreja. Eu também gosto de rock e curto muito as bandas cristãs.
    Por favor me envie os dias de culto nesta Igreja e quando você se reúnem para os eventos de músicas. Terei o imenso prazer em ir e levar pessoas para ouvirem e serem tocados por Deus.
    Fico no aguardo,
    Pastor Enoque que Deus continue lhe dando fé e força para avançar neste ministério.
    Orarei hoje por este ministério.

    Tadeu Farias

  2. Daniel diz:

    A exatos 21 anos, estava buscando de Deus respostas e significado para minhas crises existenciais e espirituais, pois fora educado, desde a infência em um sistema religioso opressivo e ao mesmo tempo desregrado, embora tenha conhecido pessoas maravilhosas e amáveis, aquela religiosidade ritualística estava me deixando doente. Passei o carnaval de 1994 isolado em uma ilha em Itacuruça-RJ buscando de Deus. Assim que cheguei do meu retiro, já na quarta feira de cinzas, um amigo me falou de um pessoal muito louco que curtia som pesado e adorava a Deus, na sexta feira então estava eu lá na casa (cubículo) do Enock com um monte de malucos em pleno verão do Rio de Janeiro ouvindo death metal, orando e lendo a bíblia, eu panquei na hora, jamais tinha participado de uma experiência tão renovadora, dali pra frente foi muito aprendizado e experiências sobrenaturais com Deus, na verdade conheci uma família nova, porém em 2004 já casado e morando fora da cidade do Rio de Janeiro acabei me desligando do metanoia, porém a amizade e as lembranças nunca se apagarão, estes irmãos estarão sempre na mente e no coração. Jahveh abençoe sempre

  3. Paź

    Conheço o Enok Galvao e Gilsâo desde dos anos 80, quando eramos da Ig. Congregacional, onde nos convertemos ao evangelho. Iamos a casa do Enok para trocar uma ideia, orar, e ouvir de Jesus. O Enok sempre foi um cara de visâo e falava do Reino com muita propriedade. O importante que o Enok e Gilson sempre deram testemunho de Jesus Cristo autentico e vivo. Hoje moro em Curitiba e tenho acompanhado o que Deus tem feito e operado na igreja ai no RJ.

    Um abraço e a Paz de Cristo.

    Marcelo Farias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.